Giselle Maria

Cantora, compositora, professora de canto, poeta, terapeuta holística e celebrante de casamento. Essa é Giselle Maria, autora do livro de poemas “Trovas de amor para corações modernos” (Fractal, no prelo). Uma canceriana com Vênus em câncer, bordada de arte, amor e magia. Natural de Caraguatatuba, litoral norte/SP, reside em Santo André há 14 anos, terra que lhe colocou mais ainda no movimento artístico. Há 20 anos trabalhando profissionalmente na área da música, estudou Bacharelado em Canto/Licenciatura em Música pela Faculdade UniSant’Anna, Canto Popular no Centro Cultural de São Paulo e no Conservatório Santa Cecília. Desde 2005 leciona canto popular e canto coral sempre com o foco de trabalhar o holístico. Ministra oficinas de canto e poesia como estratégias pedagógicas para educadores.

contato: giselle.cantora@hotmail.com


Conheça alguns poemas do livro “Trovas de amor para corações modernos”:

 

TROVAS DE AMOR PARA CORAÇÕES MODERNOS

 

Já lhe dei coração, vísceras e tripas;
Trovas de amor para seu coração moderno.
Já rasguei o peito, queimei o estômago,
Faltei com o ar, desenhei meu mapa,
Remendei as marcas, costurei o dia;
Trovas de amor para seu coração moderno.
Me fiz forte, firme, tão bem resolvida,
Lhe mostrei as coxas, as ancas,
Me enrolei nas palavras, confundi…
Fiz versos rimados, pobres
Escrevi sonhos, frases nobres,
Me declarei, surtei, me inverti;
Trovas de amor para seu coração moderno.
De manhã alucinei, de tarde te esperei, à noite me consumi
Não me deste nenhuma imagem, nem palavra, nem poesia
Todo o sangue jorrado não te alcançou…
Então, deixo aqui meu protesto:
Para corações modernos minha trova de amor acabou.

 

***

 

Um dia, adormecida em teus olhos,
Hei de ter todas as tuas nuvens!

 

***

 

Pousas sempre nos meus sonhos trazendo diversas paisagens;

Mãos dadas, pés descalços… Sentes a água fria, azul e límpida? Meus olhos transparecem e tuas unhas são superfícies lisas e íntimas de conchas. As paredes altas, canyons formados por nossos processos erosivos, esculpidos pela espera dos anos através dos ventos e das águas dos nossos desejos, constroem geologias estranhas, verdes montanhas: onde está o real, onde fica o fundo da água…  No céu? A atmosfera do silêncio é o que comunicamos, nunca falamos. É sempre o mesmo e outro, sou sempre outra e a mesma; olhos conversam melhor. Minha alma sonhadora está duplicada pela água…  Sou invadida por uma deliciosa sensação de estranheza. Sentada contigo de mãos dadas, tenho nosso melhor encontro, aqui, nesta outra esfera de leveza onde realmente sou e és.

Não tardes! As aves gigantes à beira das águas estão de asas abertas, as trepadeiras com suas espirais aveludadas já fazem a cama e a moça dos cabelos cantantes espera por ti!

(Devaneio sobre o sonho da madrugada)

 

***

 

O meu poeta dorme entre
Troncos, folhas, árvores, mares e rios.
Não vê que sou a nuvem rosa-chá dos seus olhos
O pássaro solitário anunciando o amor do meio-dia
O cavalo solto e manso na luz nostálgica da sua fotografia.
Meu poeta dorme no silêncio da minha poesia.

 

***


Título: Trovas de amor para corações modernos

Autora: Giselle Maria

Poemas, formato 14×21, 140 páginas

ISBN: 978-85-53073-08-5

Preço: R$ 40,00 (frete gratuito)




 

Deixe uma resposta

Fechar Menu